Básicos da fotografia

A fotografia, é uma arte que permite às pessoas a verem a beleza que o mundo contem em alta definição. As fotografias, ou memórias fotográficas, são uma maneira de guardar e/ou partilhar certos momentos da tua vida.

 

Conhecer o básico faz com que quem está atrás da máquina consiga aproveitar cada momento, cada ponto de luz e cada segundo de tempo para obter o melhor resultado e a melhor memória fotográfica.

 

#1 Luz

Uma fotografia não é mais do que um desenho de luz. O que isto significa? Para a fotografia ser captada é necessário que exista luz natural, artificial ou a junção de ambas. A luz natural é a mais aconselhada para uma foto perfeita, no entanto, nem sempre é possível e podemos sempre utilizar a luz artificial para complementar alguma falha de luminosidade.A luz é o mais importante de uma fotografia, sem luz temos apenas uma imagem preta e com luz em demasia temos o oposto. É necessário saber avaliar e combinar as luzes que temos à disposição.

tortuga.jpg
Foto: Daniel Ramirez

#2 Exposição

Existem 3 tipos de exposição e 3 parâmetros que os definem. Uma fotografia poderá estar sobre-exposta, o que significa que tem luz a mais e estará queimada, ou sub-exposta que ao contrário da anterior estará com luz a menos e por isso mais escura. Mas o ideal será conjugar de forma perfeita os 3 parâmetros e conseguir a exposição perfeita e a foto tal como a idealizámos.

Parâmetros de exposição:

  1. Velocidade do obturador;
  2. Abertura do diafragma;
  3. ISO.

A isto chamamos o triângulo de exposição e é com ele que conseguimos a nossa foto perfeita. Sem esquecer que há momentos que pretendemos que a foto seja sobre-exposta em alguns locais. As imagens seguintes irão ilustrar uma ligeira sub-exposição e uma grande sobre-exposição.

exemplos_exposicao_fotometro
http://aprendafotografia.org/como-funciona-fotometro-fotometria/

 

#3 ISO

Mudar o ISO de uma fotografia é o mesmo que regular sensibilidade do sensor à luz. Assim, se aumentar o ISO, irá fazer com que a luz que entra na lente seja maior e terá como resultado uma foto mais clara.

O problema existe quando se muda o ISO de uma forma desaconselhada para a foto que pretendemos fazer, a imagem poderá ganhar demasiado grão. Assim ficará uma fotografia com demasiado ruído e deixa assim de ter a qualidade que com toda a certeza gostamos que as nossas fotos tenham.

Nos exemplos abaixo, a primeira foto tem o ISO a 100 e a segunda está a 6400. Como podem verificar, em ambas existe demasiado grão.

ISO-100-6400-compare
https://omnilargess.com/2014/01/iso/

Algumas dicas sobre o ISO:

  1. Aumenta a sensibilidade do sensor à luz;
  2. Quanto maior o ISO maior o ruído;
  3. Fotos com mais luz = Fotos mais claras.

 

#4 Velocidade do Obturador

A velocidade do obturador é o tempo que o sensor de luz estará exposto. Assim e alterando este tempo, conseguimos efeitos como o da foto do Daniel Pimenta. Ao deixar a lente aberta por 30 segundos, fez com que o trânsito de Lisboa se tornasse em linhas. Se este efeito fosse utilizado numa fotografia à beira mar, as ondas ficariam como se fosse uma simples neblina.

Quanto mais alta for a velocidade, mais facilmente “congelamos” aquele momento. Caso baixe a velocidade, irá começar a ter o movimento que muitas vezes procuramos numas fotos e abominamos noutras.

DanielPimenta-30seg
DanielPimenta-30seg

 

#5 Abertura do Diafragma

A nível de abertura, aparecendo nas câmaras como f/stop. Quanto maior for a abertura da lente, mais luz passa pela mesma, ficando a fotografia mais exposta. Ao mudar a abertura da lente, vamos também poder brincar com a profundidade de campo.

De lembrar que, uma grande abertura faz com que exista uma menor profundidade de campo e os elementos mais afastados ficarão desfocados. Para uma maior profundidade de campo, ficando assim com os elementos mais afastados igualmente focados, deverá ter uma menor abertura do diafragma da lente.

diafragma02
http://ajustandofoco.comunidades.net/abertura-do-diafragma

 

Aqui temos três exemplos, da mesma foto com diferentes aberturas de diafragma.

1347938157619-dof_1
http://aapneia.blogspot.pt/2013/01/diafragma-distancia-focal-profundidade-campo-fotografia.html

 

#6 HDR

High-dynamic-range, este é o nome complicado que é mais conhecido por HDR ou HDRI. Começou a ser usado há pouco tempo e consiste em fazer uma imagem com uma maior gama de cores. Para isto, é feita uma sequência de fotos com exposições diferentes e, posteriormente, é feita a montagem da imagem final.

Este resultado vai conseguir mostrar zonas que numa fotografia normal ficariam na sombra, ficando com um maior detalhe e, por norma, com uma cor bem mais forte do que as fotografias sem qualquer montagem.

Isto é um exemplo de um produto final.

i-pXFxC3P-900x601
Trey Ratcliff – HDR photo

 

Depois deste básicos ensinamentos, estão prontos para fotografar!
Não desanimem caso a foto não saia perfeita, continuem e nunca desistam pois isso é meio caminho andado para a perfeição!

 

 

Fontes: https://pplware.sapo.pt/truques-dicas/fotografia-para-totos-conceitos-basicos/

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s